Encontro debate programa Ateg com produtores de Brazlândia

Publicado em 18 de janeiro de 2021

A superintendente do Sistema Fape-DF/Senar-DF, Kelly Cristina Costa, e a gerente técnica do Senar, Patrícia Honorato, realizaram uma visita ao Assentamento Betinho, nesta sexta-feira (15), para apresentar o programa da Assistência Técnica e Gerencial (Ateg) que o Senar oferece aos produtores rurais.

O objetivo da visita, além de explicar o que é o programa Ateg e como ele funciona, foi buscar uma adesão e participação maior, por parte dos produtores, ao programa.

Os produtores que aderirem ao programa da Assistência Técnica e Gerencial (Ateg) são assistidos por 24 meses, tanto na parte técnica, quanto gerencial. “Aproveitamos o momento e explicamos também outras ações do Senar, como os cursos de formação profissional rural e de promoção social, além do curso de técnico em fruticultura, onde, em Brazlândia (DF), será aberto um polo para educação à distância”, explicou Kelly Cristina.

Também participou do encontro, a presidente do Sindicato dos Floricultores, Fruticultores e Horticultores do Distrito Federal (Sindifhort), Sandra Vitoriano.

Sobre a Ateg

O programa da Assistência Técnica e Gerencial (Ateg), oferecido pelo Senar, é um modelo inédito de prestação de serviços de assistência técnica continuada, fundamentada em cinco passos: Diagnóstico Produtivo Individualizado, Planejamento Estratégico, Adequação Tecnológica, Capacitação Profissional Complementar e Avaliação Sistemática de Resultados.

Desenvolvidos com foco na implantação de um modelo de operação e gestão das propriedades rurais, englobando todos os processos da cadeia produtiva, possibilitando a realização de ações efetivas, nas áreas econômica, social e ambiental, e nos processos de gestão de negócios, visando proporcionar a sua evolução socioeconômica da família e da comunidade.