FAPE reúne produtores e lideranças do agro para mostrar apoio ao deputado distrital Roosevelt Vilela e a deputada federal Bia Kicis

Publicado em 08 de novembro de 2022

A Federação da Agricultura e Pecuária do Distrito Federal (FAPE-DF) reuniu, nesta segunda-feira (07), produtores rurais e lideranças do setor para um almoço de confraternização e para mostrar apoio ao deputado distrital Roosevelt Vilela e à deputada Federal Bia kicis, ambos reeleitos.

O encontro teve o objetivo de parabenizar e mostrar apoio aos dois parlamentares que estão juntos com o setor produtivo, trabalhando em prol do agronegócio local e dando prioridade às pautas da categoria, além de mostrar que os produtores rurais estão unidos. “Estão reunidos aqui diversas lideranças do agro que juntos compõem o maior PIB Agrícola do DF. Estão presentes, representantes de associações, cooperativas, sindicatos e uma série de entidades aqui representadas”, afirmou o vice-presidente da FAPE-DF, Rogério Tokarski.

O presidente da FAPE-DF, Fernando Cezar Ribeiro, celebrou a vitória dos candidatos e afirmou que eles podem contar com o setor para o que precisarem. “Estamos muito alegres de receber os dois. Nós achamos que vocês são os nossos grandes representantes. Vocês têm sido grandes defensores do agronegócio do Distrito Federal”, ressaltou.

A deputada federal Bia Kicis ressaltou a união do setor e que tem buscado trabalhar sempre em sintonia com os grandes, médios e pequenos produtores familiares. “Se há uma coisa que eu aprendi é que nós temos que unir forças para que possamos ser cada vez mais fortes. Nós trabalhamos do pequeno ao grande para que todos possam ter oportunidade”, destacou.

Ela também lembrou da Rota da Fruticultura do DF e da RIDE, que tem trazido oportunidades a centenas de produtores. “Vamos trabalhar juntos porque o Distrito Federal, o homem e a mulher do campo, mais do que nunca, merecem esse nosso esforço concentrado e essa nossa união”, disse.

O deputado Roosevelt Vilela lembrou da importância das ações para o desenvolvimento do campo e que o governo precisa investir cada vez mais em educação, infraestrutura, geração de emprego e renda no campo. “Eu já não estou usando mais o termo agronegócio e sim o termo desenvolvimento rural. Não adianta nós termos um agronegócio forte se nós não temos segurança no campo, estradas para as pessoas transitarem, energia de qualidade para produzir, internet de qualidade, enfim, é um conjunto de situações. Eu reafirmo o compromisso de apoiar os produtores rurais para ajudar a desenvolver e produzir riqueza e emprego no campo”, afirmou o deputado.

Ascom FAPE-DF