Nota de esclarecimento

Publicado em 05 de maio de 2022

A Federação da Agricultura e Pecuária do Distrito Federal (FAPE-DF) gostaria de manifestar preocupação em relação ao ocorrido no núcleo rural Rio Preto, em Planaltina-DF, onde um grupo de pessoas, ligadas ao Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST), ocupou uma propriedade rural produtiva.

Os atuais proprietários ocupam o imóvel rural de forma legal e amparadas pela legislação atual do Distrito Federal, além de pagarem impostos e gerarem emprego e renda na região.

A FAPE-DF é sensível às reivindicações do MST, mas afirma, enfaticamente, que esse não é o meio adequado para reivindicar questões relacionadas ao Movimento, pois, traz prejuízos a toda a comunidade rural, podendo levar a conflitos desnecessários.

Reiteramos, neste comunicado, que estamos atentos à situação e da melhor forma possível, dando apoio ao produtor que teve sua terra ocupada. Estamos nos reunindo com as autoridades públicas e com os produtores rurais para tentar resolver essa situação de forma pacífica e o mais rápido possível, para que não cause mais prejuízos ao setor.

Federação da Agricultura e Pecuária do Distrito Federal (FAPE-DF)
Brasília-DF, 04 de maio de 2022.