Feira Segura fecha com sucesso primeira Expoabra em formato digital

Publicado em 09 de novembro de 2020

Chegou ao fim, neste domingo (08), a primeira edição digital da Exposição Agropecuária de Brasília (Expoabra). O evento, que foi quase todo em formato digital, contou com palestras e talk shows com especialistas do ramo, capacitação prática com clínicas especializadas, provas técnicas e regulamentadas, negócios em formato virtual, venda e leilão de animais, feira de negócios e lives com artistas.

Segundo o secretário de Agricultura do Distrito Federal, Candido Teles, a intenção é que, a partir de agora, os produtores rurais, agricultores familiares e o público em geral possam ter um novo parque de exposição. “O governador tem interesse que o agronegócio cresça e se expanda aqui no Distrito Federal. Um novo parque, com uma nova cara, uma nova ideia ressurgindo e servindo ao povo do agronegócio”, afirmou.

O secretário ressaltou ainda, que o parque vai receber todas as instituições que trabalham em prol do agricultor do DF, como a Federação da Agricultura (Fape-DF), a Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA), o Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (Senar), a Secretaria de Agricultura (Seagri-DF), a Centrais de Abastecimento (Ceasa-DF) e a Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural (Emater-DF). “A família do agronegócio aqui reunida”, completou.

Para o 2° vice-presidente da Federação da Agricultura e Pecuária do Distrito Federal (FAPE-DF), Alexandre Cenci, essas ações são muito importantes para promover e desenvolver o setor, além de ser um fórum para a troca de ideias e debates para fomentar a pecuária do DF. “É um espaço muito importante para o produtor rural. Que a gente consiga retomar as atividades desse Parque e movimentar a pecuária e os serviços do comércio ligados à agricultura também”, comentou Cenci.

Feira Segura

No sábado e no domingo o público de Brasília pôde fazer compras de dezenas de produtos da agricultura familiar e de pequenas agroindústrias na 3º edição da Feira Segura. Tradicionalmente realizada no Parque da Cidade, e em formato drive-thru, essa edição fez parte da programação da Expoabra Digital e os visitantes puderam conferir pessoalmente os produtos.

“Aqui tem muitos produtos bons, de boa qualidade e inspecionados pela Secretaria de Agricultura. Estou muito feliz com a Feira Segura e estou mais feliz ainda que essa feira está sendo realizada dentro do parque (Granja do Torto)”, afirmou o secretário de Agricultura Candido Teles.

A superintendente do Sistema FAPE-DF/SENAR-DF, Kelly Cristina Costa do Nascimento, explicou que o objetivo da Feira Segura é promover a comercialização dos produtos agropecuários de uma forma segura para o consumidor. “Essa é a terceira edição da Feira, com produtos de excelente qualidade. Queijos, bolos, tortas, pães, doces, cafés, e também plantas ornamentais. Essa é uma iniciativa que ajuda a trazer confiança e tranquilidade nesse momento que a gente acaba possibilitando ao produtor rural a proximidade com o consumidor”, destacou.

Todas as recomendações de segurança e higiene do Ministério da Saúde foram tomadas para a realização da Feira como: ambientes amplos e arejados, alimentos em embalagens transparentes, com indicação de unidade, peso e preço, distância adequada de 1,5 metro entre as barracas, feirantes com luvas e máscaras, balanças, bancada, máquinas de cartão de crédito/débito e utensílios higienizados, entre outros.

A Feira Segura é um projeto do Sistema CNA/SENAR e realizada a partir de um guia de boas práticas, elaborado pelo referido sistema, em parceria com o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa). A organização da feira prevê mecanismos de prevenção à contaminação por Covid-19 e outras doenças, desde a colheita, operacionalização, até a entrega dos produtos aos consumidores finais.

Confira toda a programação da Expoabra Digital, disponível no site www.expoabra.com.br

Ascom FAPE-DF